Domingo, 16 de Janeiro de 2022
Dicas Umidade:

Umidade: como proteger a casa de praia?

O ataque da umidade a imóveis no litoral é tão forte que pode comprometer até mesmo a parte civil. A corrosão, principalmente de peças de ferro, como portas, janelas e até mesas e cadeiras, é bem conhecida na praia.

23/01/2020 às 14h25
Por: Redação Fonte: http://www.thermomatic.com.br
Compartilhe:
Umidade: como proteger a casa de praia?

Nas regiões litorâneas, o índice de umidade é bem mais elevado, o que requer atenção especial. Normalmente, pessoas que habitam essas regiões, sabem que os efeitos da umidade e da maresia provocam muitos danos materiais e à saúde, com grande incidência no sistema respiratório. 

O ataque da umidade a imóveis no litoral é tão forte que pode comprometer até mesmo a parte civil. A corrosão, principalmente de peças de ferro, como portas, janelas e até mesas e cadeiras, é bem conhecida na praia. Ainda, peças de madeira podem sofrer com o excesso da umidade, devido a formação de mofo que também é responsável pelo surgimento de manchas escurecidas nas paredes e tetos dos ambientes. Outros elementos denunciam a presença da umidade em excesso, como por exemplo o mau cheiro. 

Derivado dos fungos, o mofo é a consequência da existência de um microrganismo que corrói material orgânico. Seu ciclo de vida dura em torno de 30 dias e existem mais de 80.000 espécies de fungos. Imóveis no litoral têm de ser constantemente arejados e higienizados, pois a ação do bolor e do mofo são constantes.

Ainda há a ação dos ácaros. Travesseiros, colchões e roupas de cama são bombardeados por verdadeiras legiões desses microrganismos. Inclusive, após 2 anos de uso, ⅓ do peso do travesseiro é composto só de ácaros e seus esqueletos. Outras peças de tecido como tapetes e cortinas também são alvos deles.

Tentando amenizar os efeitos da umidade na casa da praia, muitas pessoas utilizam os potes de sílica em armários da cozinha e no guarda-roupa que, entretanto, não causam os efeitos desejados devido ao alto índice de umidade, além do descarte incorreto causando prejuízos ao meio ambiente. A única solução tecnológica é um Desidrat. Só um desumidificador de ar Desidrat consegue equilibrar a umidade, mantendo-a entre 50% e 60%, conforme indicado pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

O Desidrat evita a proliferação de microrganismos como fungos, responsáveis pelo surgimento do bolor e do mofo, também impede o aparecimento de ácaros, responsáveis por desencadear doenças e crises, geralmente de ordem respiratória. Dentre as doenças do trato respiratório mais frequentes causadas pelos microrganismos estão a rinite e a asma. A asma, inclusive, é responsável por inúmeros casos fatais, como a morte da atriz e produtora Fernanda Young, no Brasil, e a atriz mirim Laurel Grigs, nos EUA, as duas no ano passado. 

Por isso, é tão importante estar livre dos microrganismos. O equipamento graças ao seu sistema de filtragem retém as partículas em suspensão, aquela famosa poeira domiciliar, que após alguns dias, é possível identificar no filtro do desumidificador. Além disso, também ajuda a acelerar a secagem de roupas na lavanderia, principalmente em dias chuvosos.

Para mais informações sobre os benefícios do Desidrat para casa de praia, basta acessar:

https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes-para-casa/desumidificadores-para-casa-de-praia.html

www.thermomatic.com.br



Website: http://www.thermomatic.com.br
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA Atualizado às 19h13 - Fonte: ClimaTempo
29°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 29°

Seg 29°C 23°C
Ter 30°C 24°C
Qua 31°C 23°C
Qui 32°C 24°C
Sex 30°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes