Futebol

Prefeito de cidade italiana afirma que confronto da Champions League “foi uma bomba biológica”

Atalanta e Valencia se enfrentaram no estádio San Siro, em Milão

26/03/2020 08h08
Por: Bruno Cordeiro
Fonte: VN
Foto: Divulgação / Atalanta
Foto: Divulgação / Atalanta

O prefeito de Bérgamo, na Itália, Giorgio Gori, falou numa transmissão ao vivo realizada numa rede social que a partida entre Atalanta e Valencia, pelas oitavas de final da Champions League, contribuiu para que a cidade fosse uma das localidades mais afetadas pelo novo coronavírus no mundo.

“O jogo foi uma bomba biológica. Naquela época, não sabíamos o que estava acontecendo. O primeiro paciente na Itália surgiu em 23 de fevereiro. Se o vírus já estava em circulação, os 40 mil torcedores que foram ao San Siro foram infectados. Ninguém sabia que o vírus estava circulando entre nós”, afirmou o prefeito.

 Segundo autoridades italianas, cerca de 40 mil pessoas que viajaram de Bérgamo para Milão (cidade que foi palco do confronto) podem ter sido contaminadas de forma coletiva. A partida aconteceu no dia 19 de fevereiro, na mesma semana em que o primeiro caso do novo coronavírus foi confirmado na região.

Apesar desses números, Giorgio Gori ainda considera o principal fator para a contaminação em massa na região uma indefinição que aconteceu num hospital da cidade. “O jogo foi um fator, mas o hospital é a explicação mais plausível. Não sabemos exatamente quando, mas um dia um paciente apareceu com pneumonia, e os sintomas não foram reconhecidos. O paciente estava junto com outros pacientes, que se infectaram, assim como médicos e enfermeiros”, explicou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Salvador - BA
Atualizado às 09h42
29°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 24°
33°

Sensação

15 km/h

Vento

70%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas