Sexta, 21 de Janeiro de 2022
Saúde Saúde

Butantan não pediu à Anvisa para incluir nova condição de CoronaVac

Segundo Ministério da Saúde, novo local de fabricação e envase do imunizante não foi avaliado e aprovado pela agência

05/09/2021 às 13h45
Por: Redação Fonte: R7
Compartilhe:

O Instituto Butantan não teria pedido autorização à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para incluir um novo local de fabricação e envase do imunizante CoronaVac. Segundo o Ministério da Saúde, a agência e o instituto fizeram, na sexta-feira (3), uma reunião técnica para discutir a situação dos estudos e dos dados para justificar a indicação da terceira dose ou reforço com a vacina.

Durante a reunião, os representantes do Instituto Butantan informaram que identificaram no final de agosto de 2021, uma numeração diferenciada nos lotes da CoronaVac importada e que esses eram de origem de outra planta fabril da Sinovac. 

Segundo os representantes do instituto, o novo local realizava as etapas de formulação e envase da vacina. Entretanto, esse novo local de fabricação, não foi avaliado e aprovado pela Anvisa.

Até o dia 3 de setembro, segundo o Ministério da Saúde, o Butantan não tinha solicitado autorização da Anvisa para incluir a nova condição. Isso significa dizer que a condição não havia sido submetida à Agência para distribuição e liberação de uso. 

Assim, a condição dos lotes importados não consta nas condições autorizadas pela Agência. O Instituto Butantan informou, nesta reunião, que havia feito análise da documentação internamente, e que pretendia enviar para a Anvisa para regularizar a situação.

Os representantes da Anvisa na reunião solicitaram que as informações e dados completos fossem enviados ainda na sexta (3) e que o Instituto solicitasse a aprovação do novo local na autorização de uso emergencial, já que, a princípio, os lotes importados não estariam em conformidades com as condições autorizadas. 

Ao finalizar a reunião, a equipe discutiou a situação com as áreas técnicas envolvidas e as ações foram desencadeadas a partir das informações enviadas da Gerência-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos (GGMED) para a Gerência Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária (GGFIS), que iniciou os procedimentos internos, buscou ativamente informações e notificou o Butantan.

Após toda avaliação prévia, a GGFIS adotou a medida cautelar que visa à proteção da saúde da população brasileira. De acordo com o Ministério da Saúde, a Anvisa avalia as alterações no local de fabricação, quanto ao impacto da mudança nas condições de qualidade, estabilidade e segurança da vacina, autorizada pelo procedimento emergencial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA Atualizado às 10h42 - Fonte: ClimaTempo
31°
Nuvens esparsas

Mín. 24° Máx. 31°

Sáb 31°C 25°C
Dom 30°C 24°C
Seg 30°C 24°C
Ter 29°C 24°C
Qua 29°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes