Terça, 24 de Maio de 2022
Entretenimento Entretenimento

Dermatologista especialista em cabelos explica como tratar a calvície feminina

De acordo com a pesquisa da Fundação Americana de Alopecia, quase 150 milhões de pessoas em todo o mundo têm alguma forma de alopecia

11/05/2022 às 12h50
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Dermatologista Dra. Ana Carulina Moreno
Dermatologista Dra. Ana Carulina Moreno

A cerimônia do Oscar de 2022 foi marcada por um episódio de agressão que foi motivo de comentários ao redor do mundo. O ator Will Smith reagiu de forma violenta contra o humorista Chris Rock, que fez um comentário infeliz sobre a ausência de cabelos de Jada Smith, esposa de Will. A repercussão foi grande pois, além da cena de violência ter acontecido no maior evento mundial de cinema, o motivo da confusão foi uma piada acerca de uma doença: alopecia ou calvície feminina

A Dra. Ana Carulina Moreno, dermatologista formada pela Universidade de São Paulo, explica que alopecia é uma das condições mais relacionadas à perda de cabelo entre homens e mulheres, podendo ser causada por influências genéticas, processos inflamatórios locais, doenças sistêmicas ou até mesmo por fatores emocionais.

De acordo com a pesquisa da Fundação Americana de Alopecia quase 150 milhões de pessoas em todo o mundo têm alguma forma de alopecia, e segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), casos de perda total dos fios em razão da alopecia são uma minoria: cerca de 5%. Ou seja, na maioria dos casos, os pacientes convivem com a condição conhecida popularmente como “calvície”, que é o afinamento dos fios, dando uma sensação de perda parcial dos cabelos.

Existem vários tipos de alopecia, entre elas, três são mais comuns: a alopecia androgenética que, como o nome mesmo sugere, é de origem genética e configura a percepção de cabelos mais ralos - de acordo com a Sociedade Brasileira do Cabelo, esse tipo de alopecia atinge 50% das mulheres de até 50 anos; alopecia areata, que é considerada uma doença autoimune, quando o sistema imunológico ataca o próprio corpo, podendo ter relação, inclusive, com questões emocionais; alopecia por tração, que acontece quando a pessoa faz penteados muito apertados forçando demais a raiz do cabelo, podendo causar danos irreversíveis ao folículo capilar.

A dermatologista Ana Carulina Moreno explica que é imprescindível a análise técnica de um profissional de saúde especializado e que há maneiras de tratar os diferentes tipos de alopecia, seja indicando MMP capilar, laser, ledterapia capilar, mesoterapia capilar, medicamentos ou até mesmo associando alguns desses procedimentos estéticos para que o resultado seja ainda mais satisfatório.

Dra. Ana Carulina é especialista em procedimentos e tratamentos estéticos (faciais e corporais) no Rio de Janeiro.
SITE: https://www.carumoreno.com.br/
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/dra.carumoreno/
YOUTUBE: Dra. Ana Carulina Moreno
WHATSAPP: (21) 99625-6065
ENDEREÇO: Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 01, Bloco Lagoa 1, Salas 161 e 162, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RJ

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Salvador - BA Atualizado às 08h56 - Fonte: ClimaTempo
27°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 30°

Qua 29°C 24°C
Qui 28°C 24°C
Sex 29°C 23°C
Sáb 27°C 23°C
Dom 28°C 22°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete