Quarta, 08 de Dezembro de 2021
Educação Governo

Governo promove 900 professores das universidades estaduais baianas

02/09/2019 às 10h14
Por: Redação Fonte: BN
Compartilhe:
Foto: Divulgação / Aduneb
Foto: Divulgação / Aduneb
Em cumprimento com o acordo firmado com os professores das universidades estaduais para que encerrassem a greve, em junho, o governo da Bahia concedeu 900 promoções de carreira para a categoria. A medida foi autorizada pelas secretarias de Administração, da Educação e da Casa Civil através da Lei 14.122, que estabelece o quadro de cargo de provimento permanente do magistério público. A promoção foi publicada na edição deste sábado (31) do Diário Oficial do Estado.

 Com isso, os professores universitários terão ganho de até 22,75% no salário. Os docentes em todos os níveis serão promovidos, ou seja, auxiliares, adjuntos, titulares e plenos do quadro do magistério da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). De acordo com a Secretaria de Comunicação do estado, isso vai gerar um impacto financeiro estimado em R$ 12,7 milhões neste ano e R$ 16,9 milhões em 2020.

 A lei prevê que a  Uneb terá um total de 398 vagas abertas para docentes. Desse montante, 139 são para a promoção do cargo de professor auxiliar para assistente, 129 vagas de assistente para adjunto, 83 vagas de adjunto para titular e 37 de professor titular para pleno.

 Na Uesb, serão 227 vagas para promoção, sendo 97 de assistente para adjunto, 97 de adjunto para titular e 33 de titular para pleno.

Na Uesc, o total é de 151 vagas. Do total, 68 são para promover professores assistentes a adjuntos, 63 de adjunto para titular e 20 de titular para pleno.

 Já na Uefs, a lei prevê a abertura de 124 vagas para promoção, sendo 52 de assistente para adjunto, 52 de adjunto para titular e 20 de titular para pleno.
%BANNER%
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.